Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

UFMG, na contramão, felizmente!

Imagem
Diferentemente do vestibular 2011, a UFMG volta à valorização que sempre deu aos conhecimentos da língua Portuguesa. Inseriu no concurso 2012, para 44 carreiras, uma nova prova de Português que inclui interpretação de textos, gramática, leitura de obras literárias. Essa alteração significativa se deu, segundo a Copeve, com base no “diagnóstico de que é necessário avançar com o perfil do estudante da UFMG, no sentido de que ele tenha mais habilidades de interpretação e de leitura, fundamentais em qualquer área do conhecimento”.

MEC "Por uma vida melhor"

Imagem
Exageros, sensacionalismo e brincadeiras à parte, o livro do MEC distribuído às escolas diz, acertadamente: (1) "é importante saber o seguinte: as duas variantes da língua (culta e popular) são eficientes como meios de comunicação". (2) é comum que se atribua um preconceito social em relação à variante popular, usada pela maioria dos brasileiros. Esse preconceito não é de razão linguística, mas social. (3) Por isso, um falante deve dominar as diversas variantes porque cada uma tem seu lugar na comunicação cotidiana. (4) Como a linguagem possibilita acesso a muitas situações sociais, a escola deve se preocupar em apresentar a norma culta aos estudantes, para que eles tenham mais uma variedade à sua disposição, a fim de empregá-la quando for necessário.Ver mais: http://www.acaoeducativa.org.br/downloads/V6Cap1.pdf